Posts

Segunda-feira, 09 de Janeiro de 2012

 

Pedires-me para não questionar o mundo inteiro tira-me o charme; tira-me o perfume dos momentos; o valor das coisas. Tira-me as palavras da boca e da cabeça. Faz de mim muda. Não racionalizar é uma antítese do meu espirito jovem, fresco e apaixonado. Como pedir para esquecer que o oxigénio existe quando na verdade sou eu quem senta numa ponte e ouve música e se apaixona por ti? Eu entendi, mas tu também entendeste. Lamento dizer que disfarçar não é o meu forte... Disfarça tu. Ou então apaixona-te por mim; Pelas árvores; Pelas coisas nas ruas... Sei lá... 

 

publicado por sawyer às 01:26