Posts

Sexta-feira, 09 de Abril de 2010

 

 

 

 

 

Tenho a expressão enrugada, de sobrancelhas carrancudas, à espera que chegues... mas tu não vens. O Amor é sobredouro; é pesado; é carregado de incertezas e de preto. A lágrima salgada que não tardara a chegar ampara agora sobre os meus lábios quentes, efervescendo à medida que os contorna com a mansidão de uma pena branca. Sinto as mãos e os pés que me mantém hirta sobre o mundo a desaparecerem à medida que a fé adormece comigo e não consigo mais adivinhar por que becos te escondes. Será que é seguro sentir-me ridicularizada pela pressão que a ausência provocou em mim? Será seguro visto que a minha face apática se desmancha e arde ao ritmo da mansidão das salgadas gotas latejantes? - lentamente como quem caminha sobre o fogo que Deus irá lançar sobre o Mundo naquele fim tão desejado.

 

Será seguro recear de novo?

 

(Não sou capaz de cumprir promessas. Desculpem-me)

Amo-te - Minto: Sinto-te.

publicado por sawyer às 20:49
música: Erin McCarley